5 DICAS IMPORTANTES PARA EVITAR MUITOS PROBLEMAS NA HORA DE ALUGAR O SEU PRIMEIRO APÊ – Imobiliária Santamérica
Revista Santamérica
 
5 DICAS IMPORTANTES PARA EVITAR MUITOS PROBLEMAS NA HORA DE ALUGAR O SEU PRIMEIRO APÊ

Assim como começar uma nova faculdade, ou mesmo, iniciar em um novo trabalho, alugar um novo apê é sinônimo de mudanças, de aprendizados e de novos desafios! Seja para pessoas sozinhas, ou mesmo para casais e famílias com filhos, se instalar em um novo apartamento deve sempre ser visto como um momento especial.

E claro, como toda negociação que envolve contratos e pagamentos, requer atenção, cuidados e algumas precauções, para assim, fazer com que este momento seja ainda mais especial. A seguir, confira algumas dicas especiais que preparamos para você garantir o máximo de qualidade e tranquilidade neste momento tão único.

1 – Estabeleça uma faixa realista de valores e escolha bem a localização
Quanto você pretende gastar todo mês? Qual a faixa de aluguel será condizente com o seu perfil financeiro, sem comprometer sua renda mensal? Ao buscar um apartamento, foque sempre em regiões e faixas de valores sejam condizentes com o padrão financeiro da sua família. Além de buscar locais de fácil acesso a transporte público, e a locais como mercados, escolas e o trabalho, é importante ter uma margem realista de valores para não acabar no vermelho. Há centenas de opções de aluguéis disponíveis por aí e, definindo sua busca, você poderá ser mais assertivo na sua escolha.

2 – Visite o local antes de confirmar sua decisão
Antes de fechar negócio, e para evitar qualquer mal-entendido, exija uma visita ao novo apartamento. Esta visitação deve servir para dar mais segurança, e até detectar possíveis defeitos como danos na parede, pintura e itens que estejam quebrados, ou falhas do antigo morador.

3 – Entenda quais são as obrigações do seu locador!
De acordo com a Lei do Inquilinato (lei nº 8.245, de 1991), o proprietário, ou imobiliária responsável pela negociação é obrigado a entregar o imóvel em boas condições de uso – com torneiras e peças de lavabo, sem infiltrações graves, mofo, ou qualquer dano que possa prejudicar os moradores. Quem aluga, ainda deve ser responsável pelos reparos e defeitos existentes antes de entregar o apê. Também é da responsabilidade do locador entregar recibos de pagamentos (como impostos, taxas extras) e seguro complementar contra fogo.

4 – Calcule sempre os valores de gastos extras/condomínio e avalie
Faça um cálculo com todas as suas despesas, incluindo taxas de condomínio, luz, água e até eventuais despesas inclusas no aluguel. É preciso pôr na ponta do lápis, se valores como gás e outras despesas mensais irão onerar muito o seu orçamento. Há situações em que, apartamentos com o aluguel mais alto, incluíam muitas dessas contas no valor fixo, o que, por fim, tornava a despesa total MENOR do que em apartamentos com um aluguel e condomínio “aparentemente” mais econômicos. Um bom planejamento pode fazer toda a diferença.

5 – Saiba como alugar sem possuir um fiador
Há muitas situações em que, necessariamente, você terá que contar com um fiador para poder pegar as chaves do apartamento.

No entanto, hoje em dia muitos locatários e imobiliárias, realizam negócios sem precisar dessa forma de burocracia. Há facilidades como o seguro fiança, que arca com as despesas do aluguel caso exista algum problema.

Também existe o aluguel com pagamento “adiantado” no caso em que o morador, deposita uma média de 3 aluguéis e o montante fica reservado como garantia – nessas situações, ao fim do contrato o valor é devolvido.